Minas e Praia travam batalha pela liderança da Superliga feminina

Veja o conteúdo original na SuperFC Jornal O Tempo

Daniel Ottoni
15/03/19 – 07h00

A última rodada da fase de classificação da Superliga feminina de vôlei promete jogos que irão mexer com os ânimos das torcidas a cada set e também com a classificação. Dos oito times que já estão garantidos na próxima fase, os seis primeiros podem ter suas atuais posições alteradas, influenciando diretamente nos confrontos das quartas-de-final, que acontecerão em melhor de três jogos. Quem terminar no G-4, escolhe o mando de quadra do jogo de abertura da série, que terminará dentro de seus domínios, caso necessário.

A dupla mineira, que trava disputa desde as primeiras rodadas pela liderança, segue firme no propósito de fechar as 22 rodadas no lugar mais alto. Às 21h30, horário em que todos os confrontos começarão, o Itambé-Minas enfrenta o Curitiba-PR fora de casa, enquanto o Dentil-Praia Clube recebe o Sesc-RJ, com transmissão do SporTV. A diferença do time de BH para as rivais do Triângulo é de apenas um ponto, forçando o Minas a precisar de triunfo por 3 a 0 ou 3 a 1 para se garantir de vez na liderança, sem depender de outros resultados. Já o Praia depende de tropeço do rival para terminar no lugar mais alto.

“O time tem crescido, mostrado uma evolução e um maior equilíbrio entre o sistema defensivo e ofensivo. A consistência tem sido maior e aparece em momento muito importante, quando temos a recuperação física de boa parte do elenco. Seguir neste ritmo de jogo será importante para a sequência dentro do torneio”, comenta o técnico Paulo Coco, do Praia.

O Minas parte para o último jogo com atenção especial depois de sofrer mais do que esperava diante do lanterna e rebaixado Balneário Camboriú-SC na última terça-feira. “Tivemos altos e baixos. Uma característica forte nossa, de ir bem no saque, bloqueio e defesa, não fluiu. Temos que usar isso melhor. O Curitiba cresce dentro de casa, vamos com tudo em busca dos três pontos”, indica a ponta Gabi. Se vencer por 3 a 0 ou 3 a 1, o Minas terá o mesmo Curitiba na próxima fase, deixando o Praia diante do Fluminense-RJ.